sábado, 27 de junho de 2015

Encontro de Oração pelos mortos vítima de Homofobia

Neste 28 de Junho somos chamados a celebrar o Dia Mundial do Orgulho LGBT!

Nós celebramos pelo Casamento Igualitário conquistado em 22 países, especialmente neste ano na Irlanda, no México e nos Estados Unidos!
Nós celebramos pelos países que descriminalizaram a homossexualidade, entre eles Moçambique!
Nós celebramos pelas inúmeras manifestações de apoio de pessoas heterossexuais ao movimento pelos direitos civis das pessoas LGBT!
Nós celebramos pelos cristãos que recusam o discurso de ódio e marcharam conosco na 19ª Parada do Orgulho LGBT em São Paulo com o lema: "Jesus cura a homofobia"!



Mas nós não esquecemos dos nossos irmãos e irmãs que a violência homofóbica feriu, humilhou, ofendeu, ou assassinou. E é por isso que neste dia de celebração nos rezamos especialmente por nossos 157 irmãos e irmãs vitimados pela homofobia no Brasil somente no 1º semestre de 2015. Rezamos pelo amparo e consolação àqueles que ficaram com a dor da perda e com a chaga da impunidade, e rezamos pelo despertar de uma consciência justa que rejeite a morte e a exclusão.

Recordando nossos irmãos falecidos, vitimados pela maldade e pelo ódio como Laura Vermont, espancada e assassinada pela própria Polícia Militar, e Rafael Barbosa de Melo, apedrejado até a morte pelo próprio tio, nós pedimos ao Deus da Vida que os acolha todos na luz de Sua face, e reforçamos nossa fé e esperança na ação do Espírito que é capaz de abrir mentes e corações para a construção de uma sociedade humana mais fraterna.

Denunciamos aqui as pressões cristãs fundamentalistas que tem impedido a criminalização do ódio contra as pessoas LGBT no Brasil, e que através desse enrijecimento hostil da leitura bíblica, que deveria ser lâmpada para nossos pés, vem contribuindo para o aumento dos assassinatos motivados por homofobia.

Unidos em Jesus Cristo, autor da vida, somos chamados a construir o novo céu e a nova terra! Convidamos todos os cristãos e pessoas de boa vontade a rezar conosco pelas vítimas do ódio, mas também a rejeitar as estruturas e pensamentos assassinos e excludentes. Movidos pela esperança da eternidade, almejamos nos encontrar todos no banquete do Reino de Deus, pois sabemos que Nosso Senhor acolheu a realidade da morte, no entanto, houve um terceiro dia, repleto de Luz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário