segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Boa notícia: Pastoral da Diversidade Sexual é iniciada pelos católicos do Chile

Primeiro grupo chileno de gays e lésbicas começa o trabalho pastoral pela diversidade em uma comunidade leiga reconhecida pela Igreja Católica.


Esta é a equipe dos religiosos e leigos que atuam na Pastoral da Diversidade Sexual da CVX (Comunidade de Vida Cristiana do Chile): Em pé o padre Pedro Labrín - acessor jesuíta CVX Chile e a leiga Soledad Undurraga, que acompanha o grupo de pais. Sentados, estão Maria Eugenia Valdes, religiosa do Sagrado Coração de Jesus, Segovia Pilar, que também acompanha o grupo de pais, e o padre jesuíta Paul Romero.


Dois anos atrás, um grupo de gays e lésbicas católicos e suas famílias se reúnem a cada duas semanas para refletir sobre a fé e a homossexualidade. Eles o faziam sob a orientação de três religiosos que acompanham seus processos, ajudando-os a percorrer o processo de auto-aceitação tal como Deus os fez, sem renunciar à própria sexualidade ou serem forçados a deixar a Igreja.

O que ganha a Igreja Católica com a Pastoral da Diversidade Sexual?

O padre Labrín responde: "O contato com essas realidades nos leva ao que manifestou recentemente o Papa Francisco, convidando os cristãos a se preocupar mais em salvar as pessoas do que as ideias. Como Igreja, temos sido através da história extremamente fiéis à defesa das idéias, mas nem sempre temos sido fiéis à pessoas. Não duvido de que Jesus, se estivesse aqui hoje, ficaria do lado do mundo da diversidade sexual ".

Veja o artigo completo na revista Paula, de Santiago do Chile aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário